Lançado originalmente em 1995, o livro Sexo, Ecologia, Espiritualidade trata, em sua essência, da evolução em seu sentido mais amplo. Neste tour de force de conhecimento e visão, Ken Wilber traça o curso da evolução da matéria até à vida, e da vida até à mente, descrevendo os padrões comuns que a evolução adquire nesses três domínios. A partir da emergência da mente, ele traça a evolução da consciência humana, apresentando seus principais estágios de desenvolvimento. O autor enfatiza as etapas mais recentes da modernidade e pós-modernidade, explicando o significado desses estágios, o modo como impactam a delicada questão de gênero, a psicoterapia, as preocupações ambientais, a espiritualidade e vários outros temas de interesse contemporâneo. Esta tradução para a Língua Portuguesa, realizada com grande zelo pelo Professor Ari Raynsford, um dos maiores estudiosos da obra de Ken Wilber, tem por base a segunda edição estadunidense (2011), à qual o autor acrescentou mais de 40 novas páginas de explicações complementares, além de notas e importantes diagramas ilustrativos.

Breve comentário deo tradutor Ari Raynsford sobre o livro:

O livro Sexo, Ecologia, Espiritualidade trata, em sua essência, da evolução em seu sentido mais amplo. Tanto que o seu subtítulo é “O espírito da evolução”. O livro é dividido em duas partes, sendo que a primeira  mostra como essa evolução, se deu, ou está se dando, ao longo desses 15 bilhões de anos, desde o Big Bang até os dias atuais, em todas as áreas: matéria, vida em geral e especificamente na área do ser humano e do domínio desse. Então nessa primeira parte, o que o livro nos traz é uma descrição de todos esses processos embasados em conhecimentos científicos, filosóficos e das tradições de sabedoria.

A segunda parte do livro trata especificamente das coisas que, de uma certa maneira, deram errado, principalmente nos períodos moderno e pós-moderno, e de como nós podemos redirecionar essa evolução para novos caminhos que nos tragam boas situações para todos nós no planeta Terra.

Metaforicamente, nesse livro, o autor Ken Wilber trata da evolução como sendo o Espírito em ação. Espírito no sentido de Deus, porque, de acordo com essa visão, tudo o que existe no Universo é uma  manifestação divina; é, igualmente de maneira metafórica, Deus esquecido de si mesmo. O processo de evolução – o Espírito em ação, Deus em ação – é a busca de Deus para tentar se lembrar de si mesmo. Esta é uma visão chamada não-dualista, em cuja essência informa que só existem, no Universo, Deus e suas manifestações, as quais estão retornando à Deus de tal maneira que, ao final (se é que esse final existe) nós chegaremos à conclusão de que só existe Deus, que só existe o Espírito.

Publicado pela Editora Vida Integral, 2019 (originalmente publicado em 1995).

Compartilhar: