Ken Wilber em Diálogo é um livro que discorre de maneira bem clara acerca do tema dos estudos transpessoais, tema que foca sua análise nas experiências e nos comportamentos observados e relatados que parecem transcender as atividades habituais de uma pessoa _ incluindo elementos divinos da criação. A palavra transpessoal foi introduzida no começo do século XX por Willian James, C. G Jung e, mais tarde, por Gardner Murphy. Entretanto, quem melhor desenvolveu o assunto foi Ken Wilber, compreendendo em sua obra uma grande teoria da consciência e sua evolução àquilo que ele chama de “Espírito”, a força animadora e unificadora e a inteligência do Universo que os humanos podem identificar de muitas maneiras: pelo amor, pelo reconhecimento de que é comum nos outros e em nós mesmos e pela experiência mística.

Livro-chave em seu meio, “Ken Wilber Em Diálogo” não inclui somente textos de Wilber mas também de homens e mulheres das áreas de Antropologia, Psicologia, Psiquiatria, Estudos Religiosos e Disciplinas Espirituais, representando o que há de mais inovador neste campo crescente e provocante e formando um corpo de trabalho que instruirá o futuro dos estudos transpessoais por décadas.

Publicado pela Editora Madras, 2005 (originalmente publicado em 1998).