Graça e Coragem

Em 1983, o filósofo Ken Wilber conheceu Terry Killam, e imediatamente se produziu entre eles um “reconhecimento” mútuo. Após um breve namoro, casaram, mas a sua felicidade desvaneceu-se quando foi diagnosticado um cancro a Treya (Terry). A sua lua-de-mel decorreu num hospital, iniciando-se assim o atribulado périplo de cinco anos que o casal viveria até à morte desta excepcional mulher.

Em Graça e Coragem, as reflexões de Ken entrelaçam-se com o diário de Treya, dando lugar a um relato profundamente humano que transmite o impacto que esta experiência tem na vida do casal e que os leva ao questionamento das suas convicções espirituais perante a realidade da enfermidade e da morte. Esta é uma obra sobre a espiritualidade “real”, que examina a visão da “Nova Era”, que apresenta os aspectos essenciais das grandes tradições de sabedoria do mundo inteiro, e que nos dá um retrato vibrante e honesto de saúde e de cura, de totalidade e de harmonia, de sofrimento e de entrega.

“Eu trarei o medo para o meu coração. Para encarar a dor e o medo com abertura, aceitá-los, permiti-los. Perceber que isto cria maravilhamento em vida. Alegra meu coração e nutre minha alma. Eu sinto esta felicidade. Não estou tentando derrotar minha moléstia; estou me permitindo acolhê-la, perdoá-la. Eu continuarei vivendo, não com raiva e amargura, mas com determinação e alegria.”

Publicado pela Editora Gaia, (originalmente publicado em 1991).

Compartilhar: